INFERNO! de Dante

Espetáculo ao ar livre

Aconselha-se agasalho

Seguindo a descida do Poeta Dante ao Inferno para poder depois reencontrar a sua Amada Beatriz, através de excertos originais, entrelaça-se uma estrutura paralela e contemporânea onde surgem sete atores disponíveis, a qualquer preço, a lutar pelo papel de Dante, num jogo teatral em inesperado formato, comandados por uma Master Voice e muito próximos do público.

INFORMAÇÕES E RESERVAS
968 610 105 producao@tapafuros.com
 
Compra de bilhetes online aqui 👇
https://blueticket.meo.pt/Event/6625/INFERNO!
 

Teatro TapaFuros

07 Julho a 03 de Setembro
Sextas e Sábados | 21h30


Dias 22 e 23 de Julho não haverá espectáculo 

DATAS EXTRA: 11 e 25 de Agosto e 01 de Setembro

AF_Cartaz_inferno_V2.jpg

Ficha Artística

Texto Original | Dante Alighieri  Adaptação de Texto a partir do texto original de Dante | Nuno Vicente Encenação I Rui Mário

Música Original I Pedro Hilário

Voz Off | Dean Thompson (inglês) e Lorenzo Quaglietta (italiano) Interpretação I Ana Valente, Artur Dinis, Francisco Sousa, Nuno Fonseca, Samuel Saraiva, Sara Rio Frio e Vasco Barroso Figurinos I Sónia Marques e Xana Capela Desenho de Luz | Rui Mário, Samuel Saraiva e Júlio Almas
 

Criação e Imagem de Cartaz:
Direcção | Júlio Almas

Fotografia | Sérgio Santos

Figurinos e caracterização | Xana Capela Pós-produção | Júlio Almas e Ronald Van Middendorp

Grafismo | Adriano Lopes
Adereços e cenário | Júlio Almas 

 

Ficha Técnica

Montagem e operação técnica | Show Ventura

Fotografias de cena I Sérgio Santos Produção Executiva | Joana Rodrigues Produção I Teatro Tapa Furos

Promotor | Fundação CulturSintra Duração | 80 min aprox.

M/12



APOIO | Garantir Cultura - República Portuguesa

PARCEIROS | Câmara Municipal De Sintra, 5àSec de Rio de Mouro, Tipografia Gráfica Sintrense,

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/10
Espectáculos disponíveis  para escolas
sob marcação para a infância e juventude

A FADA ORIANA

Sophia de Mello Breyner Andresen

"(...) O mundo está desencantado. Quero ir para a cidade e quero tornar-me igual aos outros homens (...)". Assim diz o poeta e assim faz: No seu quarto nove malas já estão feitas, de formatos e cores diversas, com mundos lá fechados e a descobrir, é só abrir! Mas batem à porta, agora? Uma menina amiga, de há muito, imaginou-a sempre o Poeta com asas, vem despedir-se... é tempo de ir, tempo que sempre falta, cada vez mais! Mas a menina de olhos sonhadores mira e remira cada mala ou malinha. A curiosidade nunca matou o gato, ela sabe, e por isso já vai abrindo uma, tinha o poeta só virado costas para olhar paisagem. E tudo se transforma."

Rui Mário 

FICHA TÉCNICA

Encenação I Rui Mário

Música Original I Pedro Hilário
Direcção de Actores I Samuel Saraiva
Interpretação I Joana Rodrigues e Samuel Saraiva
Figurinista I Teatro TapaFuros

Designer I Sofia São Miguel
Fotografia I Sérgio Santos
Produção Executiva I Joana Rodrigues
r

"O mundo das fadas nas palavras inigualáveis da poeta deslumbram e conduzem-nos numa viagem pela estória de Oriana. Partindo da própria dramaturgia apontada pelo conto, a peça dirigida ao público infanto-juvenil, oferece um universo de possibilidades aqui exploradas com mestria."

Joana Inglês in canelaehortela.com

O Gigante Egoísta e o Príncipe Feliz

Oscar Wilde

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9

Anjos? Sussurram entre o arvoredo, misturam-se nos matizes que o Sol insiste em oferecer, confundindo de beleza o humano olhar...existem? Querem contar maravilhas, querem serenar as manhãs, as tardes, embalando outros seres d'encanto: crianças brincalhonas, também a criança que dentro de cada humano ser habita!

Três coisas preciosas procuram na Cidade. Precisam de ajuda! Queres participar? Terás coragem de um Gigante enfrentar? Seu jardim é d'encantar... Descansa, a Primavera já pôs seu perfume de festa: Cheira a jasmim, a mimosa e rosa! Já se ouve a canção da Andorinha, regressada de terras longe, longe, onde há tanto tempo se construíram pirâmides misteriosas, terras de desertos dourados! Na Cidade encontram seus ninhos, talvez os meninos os guardaram e protegeram...Andorinha ficará cuidando de certo Príncipe, Feliz! Queres saber se Andorinha partirá de volta, acabando a Primavera? Atreve-te a descobrir secretos jardins, perde-te nas ruas desconhecidas da Cidade! Tens muita aventura à tua espera, para descobrir as três coisas mais preciosas...se as encontrares, apressa-te logo a repartires!

                                                                                                   
                                                                                 Rui Mário, 2022

Ficha Técnica e Artística

Texto Original | Oscar Wilde Tradução "O Gigante Egoísta e o Príncipe Feliz" | Nova Vega – Editora Tradução "O Gigante Egoísta e o Príncipe Feliz" | Porto Editora Adaptação de Texto | Joana Rodrigues Apoio à adaptação | Rui Mário Encenação I Rui Mário Música Original e ao vivo I Pedro Hilário Interpretação I Artur Dinis, Bernardo Souto, Joana Rodrigues e Samuel Saraiva  Figurinos I Sónia Marques e Xana Capela Ilustração | Júlio Almas Grafismo I Adriano Lopes Adereços e cenário | Júlio Almas  Fantoches de luva e marioneta | Ana Pinto e José Quevedo Fotografia I Sérgio Santos e André Rosa Produção Executiva | Joana Rodrigues Produção I Teatro Tapa Furos Duração | 50 min aprox.