EM CENA  2018

Fernão Mendes Pinto

Histórico

NUVENS

Aristófanes

5 a 20 de Outubro

Sextas: 5, 12 e 19, 21h30

Sábados: 6 e 20 | 21h30

Domingo:  14 | 17h00

Museu Arqueológico de

São Miguel de Odrinhas

Teatro ao ar livre

"Escrita há 2451 anos, Nuvens,  do comediógrafo grego Aristófanes, preserva algo que só os clássicos têm:

a extrema qualidade e a estranha actualidade dos temas e tipos humanos! Afinal, teremos mudado assim tanto? Ou tão simplesmente mantivemos, ao longo dos milénios, as mesmas angústias, perplexidades, anseios ou maquinações? Crítica do autor a uma cidade em crise iminente, onde dívidas se acumulam fruto de ambições desmedidas, mas também aos que dela se aproveitam, palavreando o precioso Verbo que tudo pode transformar, por bem, ou destruir, trazendo o caos às luminosas ruas da Polis! Coincidências? Que as há, há... Entrai no Pensatório e quedai, mudos de espanto! Talvez seja melhor assim...".

Rui Mário, Setembro de 2018

Flyer_Frente_Nuvens_TapaFuros.png

FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA

Texto | Aristófanes

Tradução | Custódio Magueijo

Com I Artur Dinis, Bernardo Souto, Francisco Sousa, Nuno Fonseca e

Sérgio Moura Afonso

Encenação I Rui Mário

Música original I Pedro Hilário

Adaptação I Teatro TapaFuros

Cenografia / Adereços I Júlio Almas

Figurinos I Ana Paula Rocha e Sónia Marques

Desenho de luz | Pedro Florentino

Grafismo I Rui Zilhão

Fotografia | Sérgio Santos

Direção Administrativa I Samuel Saraiva

Produção Executiva I Ângela Antunes

Produção I Teatro TapaFuros

MECENAS I Fundação Cultursintra

APOIO I Câmara Municipal de Sintra, Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas, Mr.Print, 5àSec Rio de Mouro

1/17
Informações
e Reservas:
219 609 520
919 606 843
dbmu.masmo.divulgacao@cm-sintra.pt
producao@tapafuros.com

CYRANO DE BERGERAC

Edmond Rostand

Teatro itinerante

13 de Julho a 1 de Setembro

Sextas e Sábados 21h30m 

Jardins da Quinta da Regaleira - Sintra 

Eis o espadachim da palavra! Cyrano, nariz no ar (e que nariz!) desafia qualquer bonifrate dono da razão! E tantos há, sem coração.
De Amor ele é cavaleiro, lutando contra os moinhos gigantes da ignorância.
O Amor caminha misteriosamente e Cyrano por vezes troca-lhe os passos. Mas não desiste, nunca. Até ao fim pode ser sol que ilumina.
Até ao fim pode ser luar que encanta um beijo. E o mistério faz viver, no fim, não é?

 

Rui Mário, Maio de 2018

FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA

Texto Edmond Rostand

Com I Artur Dinis, Carolina Agostinho, Clara Marchana, João Bandeira, Luís Lobão, Nuno Fonseca, Nuno Grilo, Miguel Moisés, Sara Rio Frio, Sérgio Moura Afonso

 

Encenação I Rui Mário

Musica original I Pedro Hilário

Adaptação / Dramaturgia I Nuno Vicente

Cenografia / Adereços I Júlio Almas

Figurinos I Ana Paula Rocha

Imagem I Pedro Marques

Fotografia I Sérgio Santos

Direção Técnica e Desenho de Luz I Nuno Gomes

Montagem de Luz e Sonoplastia I Jorge Valente

Mestre de Armas I Fernando Brecha

Apoio Mestre de Armas I Inês Nogueira

Direção Administrativa I Samuel Saraiva

Produção Executiva I Andreia Lopes

Produção I Teatro TapaFuros

Promoção I Fundação Cultursintra
 

APOIO I Mr.Print, Breyer Horses Portugal, Chapelaria D’Aquino, Companhia Livre, União Mucifalense e Camara dos Ofícios

O RAPAZ DE BRONZE

Teatro para toda a família

Sofia de Mello Breyner Andresen

12 de Maio a 3 de Junho

Sábados 16h30m I Domingos 11h

Jardins da Biblioteca Municipal de Sintra - Casa Mantero 

Sob o atento e tranquilo olhar da Mãe Serra, Cynthia antiga e secreta, respira um bosque inundado de canções de piscos e melros...quem reinará nestes domínios? Seus súbditos cuidadosos não esquecem nunca o esmerado trabalho que não tem parança! O jardineiro assobia melodias d'encantar, desafiando os alados seres, ao mesmo tempo que desenha canteiros de velhos buxos, deita olhos aos bolbos de tulipas ansiosas de encontrar a bondosa luz, cravos de Abril e tantas mágicas flores que em estufas ou canteiros decidiram fazer casa! Quem reinará nestes domínios? Sopram os ventos sussurrando que é um rapaz, que de dia fica muito quietinho, olhando quem passa distraído, um rapaz feito de bronze antigo... mas, quando a noite e a Lua mandam na inteira Terra, ele ganha outro corpo e torna-se Rei do jardim, dançando com flores, assustando mochos, passeando com Florinda, a delicada filha do nosso jardineiro! Que outros segredos ele irá desvendar? Se nos atrevermos a caminhar nas escondidas sendas deste lunar jardim de Sintra, talvez recebamos a mais bela prenda de sempre: segredos para guardar! E, quem sabe?, para um dia revelar a quem muito gostamos. E dar um presente outra vez!                

   

O Rapaz de Bronze, escrito em 1965, prova mais uma vez o poder da Poesia: ser eterna, trazer esperança, não deixar jamais esquecer que só a beleza do Mundo nos poderá salvar e ser melhores, mais em paz. Neste novo espectáculo do Teatro TapaFuros, colectivo sintrense que em 2018 comemora os 28 anos de actividade ininterrupta, cumpre-se novamente o cunho incomparável e sempre presente nas suas propostas: teatro de rua para crianças e para toda a família, em espaços emblemáticos desta nossa Sintra, encantado com a música original e ao vivo, numa proposta poética que parte do texto de Sophia, respeitado na íntegra, e com o encantamento do recurso ao teatro de objectos, servido da cenografia e adereços que nos vão envolver na escuta deste sonhador conto. Que espera para dançar com as flores? El Rei de bronze assim o ordena! Que a festa comece!

 

Rui Mário, Abril 2018               

1/12

FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA


 

Texto: Sofia de Mello Breyner Andresen
 

Encenação I Rui Mário 
Com I Clara Marchana, José Redondo, Susana João


Música original I Pedro Hilário
Cenografia/Adereços I Júlio Almas 
Figurinos I Ana Paula Rocha 
Imagem I Júlio Almas

Grafismo I Samuel Saraiva

Fotografia I Sérgio Santos
Direcção de Produção I Andreia Lopes
Produção I Teatro TapaFuros 

 

Apoio I Câmara Municipal de Sintra

Patrocínio I MrPrint
Local I Jardins da Biblioteca Municipal de Sintra - CASA MANTERO


Parceiros I Jornal de Sintra I CascaisNetRádio I Voz Online I Chão d' Oliva I Éter - Produção Cultural I MRôlo I Leroy Merlin I Aqualovers I Museu do Bonsai de Sintra


Duração | 60 minutos

Agradecimentos I Raúl Pinto I Luís Bellas I Rosário Pizarro I Cláudia Faria I Belmira Viana