O Teatro Tapa Furos, fundado em 1990, com 31 anos de actividade ininterrupta em Sintra, tem desde sempre procurado a versatilidade que julga imprescindível face ao panorama cultural contemporâneo.
O trabalho do colectivo marca-se por uma estratégia bem definida dessensibilização de públicos e da sua recepção, sendo as produções apresentadas na rua a prova dessa aposta, ao fazer com que os espectadores se sintam integrados nos seus espectáculos, participando como figurantes num jogo teatral que se pretende, antes de mais, comunicante – conforme sucedeu em vários locais como o largo fronteiro ao Palácio Nacional de Sintra, a Quinta da Regaleira, Biblioteca Municipal - Casa Mantero ou Parque da Liberdade e , mais recentemente, no igualmente prestigiado Museu Arqueológico de S. Miguel de Odrinhas.
O reconhecimento do trabalho do colectivo, por parte da edilidade Sintrense, teve um ponto de relevo com a atribuição da medalha demérito municipal grau ouro.
Tem como mecenas a Fundação CulturSintra e como parceira a Câmara Municipal de Sintra.

ALMOINHAS I Sentidos Caminhos
ALMOINHAS I Sentidos Caminhos

Textos I Filomena Marona Beja I Filomena Oliveira e Miguel Real I Hélia Correia I Jaime Rocha I João Rodil I Jorge Telles de Menezes I Maria Almira Medina Parque da Liberdade I 2015 Foto I Sérgio Santos

press to zoom
A TERCEIRA MISÉRIA
A TERCEIRA MISÉRIA

Hélia Correia SUSintrense I 2017 Foto I Sérgio Santos

press to zoom
CIRANDA I Baú de Lendas
CIRANDA I Baú de Lendas

Teatro para Infância e Juventude

press to zoom
ALMOINHAS I Sentidos Caminhos
ALMOINHAS I Sentidos Caminhos

Textos I Filomena Marona Beja I Filomena Oliveira e Miguel Real I Hélia Correia I Jaime Rocha I João Rodil I Jorge Telles de Menezes I Maria Almira Medina Parque da Liberdade I 2015 Foto I Sérgio Santos

press to zoom
1/18

«(...) o Teatro TapaFuros ganham a sua carta de alforria, isto é, emergem no panorama teatral português com uma estética própria, absolutamente inconfundível no concelho de Sintra e apenas com três ou quatro casos semelhantes em Portugal (...) Parabéns.» 

 

Acerca da adaptação de "Sonho de Uma Noite de Verão"

de William Shakespeare

Filomena Oliveira e Miguel Real, in Jornal de Sintra